A vida individualista, que prioriza o eu em detrimento do nós, apresenta-se como um dos problemas mais sérios da atualidade humana

É preciso agir

      Primeiro levaram os negros,

Mas não me importei com isso. Eu não era negro.

Em seguida levaram alguns operários,

Mas não me importei com isso. Eu também não era operário.

Depois prenderam os miseráveis,

Mas não me importei com isso, porque eu não sou miserável.

Depois agarraram alguns desempregados,

Mas como eu tenho um emprego, também não me importei.

Agora… Agora estão me levando.

Mas já é tarde. Como eu não me importei com ninguém, ninguém se importa comigo.

O poema é de Bertolt Brecht!     Sobre a indiferença!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s