…Precisa-se de loucos de coragem para aplicar a diversidade em suas fileiras de trabalho, promovendo igualdade de condições sem reservas, onde as minorias possam ter seu lugar, em um ambiente de satisfação e crescimento pessoal, independente do tamanho do negócio, segmento ou origem do capital…

Que tempos são estes, que temos que defender o óbvio!
Que tempos são estes, que temos que defender o óbvio!

Precisa-se de loucos

De loucos uns pelos outros! Que em seus surtos de loucura espalhem alegria; com habilidades suficientes para agir como treinadores de um mundo melhor, que olhem a ética, respeito às pessoas e responsabilidade social não apenas como princípios organizacionais, mas como verdadeiros compromissos com o Universo.

Precisa-se de loucos de paixão, não …só pelo trabalho, mas principalmente por gente, que vejam em cada ser humano o reflexo de si mesmo, trabalhando para que velhas competências deem lugar ao brilho no olhar e a comportamentos humanizados.

Precisa-se de loucos de coragem para aplicar a diversidade em suas fileiras de trabalho, promovendo igualdade de condições sem reservas, onde as minorias possam ter seu lugar, em um ambiente de satisfação e crescimento pessoal, independente do tamanho do negócio, segmento ou origem do capital.

Precisa-se de loucos visionários que, além da prospecção de cenários futuros, possam assegurar um novo amanhã, criando estratégias de negócios que estejam intrinsecamente ligadas às estratégias das pessoas.

Precisa-se de loucos por novas tendências, mas que caminhem na contramão da história, ouvindo menos o que os gurus tem a dizer sobre mobilidade de capitais, tecnologia ou eficiência gerencial e ouvindo mais seus próprios corações.

Precisa-se de loucos poliglotas que não falem inglês, espanhol, francês ou italiano, mas que falem a língua universal do amor, do amor que transforma, modifica e melhora, pois, palavras não transformam empresas e sim atitudes.

Precisa-se simplesmente de loucos de amor; de amor que transcende toda a hierarquia, que quebra paradigmas; amor que cada ser humano deve despertar e desenvolver dentro de si e pôr a serviço da vida própria e alheia; amor cheio de energia, amor do diálogo e da compreensão, amor partilhado e transcendental.

As Organizações precisam urgentemente de loucos, capazes de implantar novos modelos de gestão, essencialmente focados no SER, sem receios de serem chamados de insanos, que saibam que a felicidade consiste em realizar as grandes verdades e não somente em ouvi-las.

Madalena Carvalho

Anúncios

“Somos todos artistas, escrevemos os roteiros e construímos os alicerces ,somos empreiteiros do Tempo! E o Albúm de fotos,vai se desenrolando,algumas o tempo vai apagando e outras o tom é forte ,ainda!!”

Eu sou o senhor teu Deus, que te ensina o que é útil, e te guia pelo caminho em que deves andar!
Isaías 48:17

Rosanes Blog

Perceber as Sutilezas do dia-a-dia é uma arte!
E somos todos artistas!
Pintamos nossas rotinas e damos a cor que nos cabe!
Cantamos e choramos as derrotas e os sucessos,
e na labuta diária nos equilíbramos entre o esforço ,a sobrevivência, a comemoração !
Somos todos artistas,arteiros,escrevemos os roteiros e construímos os alicerces ,somos empreiteiros do Tempo!
E o Albúm de fotos,vai se desenrolando,algumas o tempo vai apagando e outras o tom é forte ,ainda!
Tocamos e Ouvimos as canções que fazem nossas almas infinitas!
de: Rosane Rodrigues !

DtND1geclOv5EFq

Ver o post original

O amor só é possível quando você não se sente sozinho, e sim quando está sozinho; quando você não está chateado consigo mesmo, mas encantado, extasiado consigo.

10259846_10200970709189629_3453047931196904214_n

…As Pessoas Amam Porque Estão Tristes. Elas Procuram O Outro Porque Estão Solitárias, E O Amor Só É Possível Quando Você É Feliz. O Amor Só É Possível Quando Você Não Se Sente Sozinho, E Sim Quando Está Sozinho; Quando Você Não Está Chateado Consigo Mesmo, Mas Encantado, Extasiado Consigo…

 

Primeiro, a rosa do coração tem de se abrir

É a partir da bem-aventurança que as rosas, as rosas do coração, crescem. E é das rosas que sai a fragrância do amor

Você não pode dar algo que não tem, só pode dar aquilo que já tem. Se a rosa interior não se abre, todo seu amor nada mais é que palavras. Se a rosa interior se abre, não há necessidade de dizer coisa alguma, nenhuma palavra é necessária. A fragrância em si basta para transmitir a mensagem.

Não importa o lugar em que você esteja ou a pessoa que lhe faça companhia, o amor irradia, pulsa, torna-se uma dança constante de energia ao redor. Mas, primeiro, a rosa do coração tem de se abrir — e ela só pode se abrir se você suprir a necessidade básica, que é a bem-aventurança.

As pessoas amam por desespero. Essa é a coisa mais impossível, não pode acontecer pela própria natureza da existência, não é possível.

As pessoas amam porque estão tristes. Elas procuram o outro porque estão solitárias, e o amor só é possível quando você é feliz. O amor só é possível quando você não se sente sozinho, e sim quando está sozinho; quando você não está chateado consigo mesmo, mas encantado, extasiado consigo.

A meditação ajuda você a ser bem-aventurado… E esta é a corrente: a meditação o deixa bem-aventurado, a bem-aventurança ajuda a rosa do coração a se abrir, e o amor então vem naturalmente, assim como a fragrância vem da rosa.

Osho, em “Meditações Para o Dia”